Sem pirão não há eleição

Cuidado com as pesquisas eleitorais. Os institutos de pesquisa são espaços pagos que atendem interesses específicos. Inflamam números e vão ajustando conforme a realidade muda. O voto é um valor de troca para o povo e gera uma psicologia de pedinte. O eleitor vota no rico, abençoado por deus, e não vai roubar porque não precisa. Esse é o engano. E para não ser, o eleitor em votação em quem está no topo. Este é o tema do comentário de Gilberto Felisberto Vasconcellos, veiculado no programa Campo de Peixe, da Rádio Campeche, conduzido pela jornalista Elaine Tavares. (26.03.22)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *